O vôlei feminino do Flamengo está próximo de voltar à elite nacional do esporte. Neste sábado (30), o Mais Querido venceu o Maringá por 3 sets a 0, fora de casa, pela semifinal da Superliga B. Após passar pelo Franca nas quartas de final, o Mengão luta agora contra o time paranaense para chegar à decisão, que já classificaria a equipe para a Superliga A na temporada 2019/2020.

O jogo

O primeiro tempo foi o mais complicado e equilibrado, com muitas alternâncias de liderança no placar. O Flamengo apresentava estar tenso com a semifinal e cometeu muitos erros. Porém, a equipe da casa também estava nervosa e se equivocou em momentos decisivos contra o Mengão. Desse modo, o Flamengo conseguiu liderar o placar com mais vantagem só no final do set e venceu por 25 a 21. 

No segundo set, o Flamengo tomou a frente com boa vantagem antes da metade do período e o técnico do Maringá pediu tempo quando estava 12 a 6. Entretanto, o Mengão continuou tranquilo e administrou o marcador até fechar em 25 a 15, com um bloqueio de Ju Mello no ponto final. 

O Flamengo começou atrás no terceiro e último set, porém, o Maringá se complicou em erros de novo e, com isso, viu o Mais Querido se impor de vez na casa do adversário. Antes de um tempo técnico pedido pelo mandante, o Rubro-Negro chegou a abrir dez pontos de vantagem. Para encerrar a partida, o terceiro set foi vencido novamente por 25 a 15. 

Destaque 

A ponteira Jéssica fez mais uma grande partida nesta Superliga B. Entre bloqueios, aces e ataques, a ponteira anotou 16 pontos e foi a jogadora que mais brilhou na vitória rubro-negra. Veja o que a camisa 15 falou após a vitória: 

Como fica

Após o primeiro passo, o Flamengo tem que vencer a partida de quinta-feira (4), às 19h, em casa, para garantir sua vaga na elite nacional. O vôlei feminino está próximo da final e só precisa de uma vitória para isso. Caso a classificação não chegue no segundo jogo, a equipe rubro-negra terá o terceiro, também como mandante, para confirmar a promoção. O objetivo da equipe é chegar na decisão, pois, pelo regulamento, as duas finalistas garantem o acesso para Superliga A.