Por Rafael Sacharny


Após acertar a contratação, em definitivo, do zagueiro Rodrigo Caio, junto ao São Paulo, o Flamengo confirmou as contratações de novos reforços importantes nos últimos dias. O segundo contratado foi Gabigol, emprestado até o fim do ano pela Inter de Milão. Mais recente, Giorgian De Arrascaeta, foi anunciado no último sábado (12) depois de negociação arrastada com o Cruzeiro. 

Nesta segunda-feira (14), a apresentação oficial do meia uruguaio ocorreu no Ninho do Urubu, com a presença de jornalistas e alguns sócios-torcedores. Durante a entrevista coletiva concedida pelo jogador, ele confirmou que usará a camisa 14 durante sua passagem pela Gávea. As primeiras palavras do jogador foram de agradecimento:  

“Queria agradecer a diretoria, a meu empresário… Agora só quero entrar no campo e cumprir as metas. Vim com muita vontade de estar no Flamengo, um clube grande e respeitado no mundo todo. Quero ser campeão aqui. O Flamengo tem um grande time, pode brigar por grandes coisas. O desafio é ganharmos tudo o que pudermos”, disse Arrascaeta. 

Sobre a negociação complicada, o meia não deu muitas explicações, mas disse estar satisfeito com a transferência: “Aconteceram algumas coisas. Estou onde eu queria. Estou aqui, feliz de poder vestir esta camisa. Mas futebol é isso. Quando tem período de que o jogador pode sair, pode ficar. Mas hoje meu foco é estar aqui no Flamengo e tentar ganhar tudo, dar o carinho dentro de campo que o torcedor vai dar de fora”, disse De Arrascaeta. 

O terceiro reforço da gestão Landim já está em treinamento no clube e diz que chegou para ganhar títulos com o Flamengo: “Nós jogadores, às vezes queremos uma nova motivação, novos desafios. Achei que o Flamengo era uma coisa muito boa para mim. Tentar ajudar este time a ser vitorioso de novo, voltar para grandes conquistas”, afirmou. 

Durante a entrevista, Marcos Braz também foi questionado sobre a negociação conturbada com o Cruzeiro, garantindo que “o Flamengo em nenhum momento aliciou o jogador”, além de confirmar que o contrato com o Rubro-Negro vai até 2023. Na oportunidade, afirmou também estar retirando o Flamengo das negociações com Bruno Henrique, do Santos e Dedé, do Cruzeiro.