Por Rafael Sacharny


Nesta quinta-feira (22), no estádio Jânio Moraes, em Nova Iguaçu, o Flamengo se classificou para a decisão da Copa do Brasil Sub-17 ao passar pelo Santos na semifinal. Após dois empates por 1 a 1, o Rubro-Negro saiu vencedor nos pênaltis (4 a 2), com Pedro Victor fazendo duas defesas. Luis Gustavo marcou o gol no tempo regulamentar.

Leia mais: Semana com decisões no futebol do Flamengo.

Na final, o Mengão reencontra o rival Fluminense em partidas de ida e volta para decidir quem será o campeão. O time das Laranjeiras também avançou na semifinal por pênaltis e contra um paulista, o Palmeiras. A primeira partida está marcada para o dia 6 de dezembro. Neste ano, o Fluminense eliminou o Flamengo na semifinal do Campeonato Carioca, dentro da Gávea.

A escalação do time rubro-negro foi a mesma dos jogos anteriores: Pedro Victor, Braian, Natan, Lucas Freitas, Ítalo; Daniel Cabral, Gomes, Reinier, Lázaro, Yuri Oliveira e Rhyan.

Apesar do calor desta tarde, a partida começou agitada, com as duas equipes se movimentando bastante. Ambas criaram oportunidades no início com o bom gramado do campo do Nova Iguaçu.

O Flamengo teve mais controle da posse de bola, contudo a chance mais clara foi criada pelo Santos. O atacante Yuri Alberto acertou um bom chute, mas a bola bateu no travessão e foi para fora. Depois dessa finalização, o Santos passou a maior parte do primeiro tempo em seu campo, defendendo com eficiência.

O Mengão parava na marcação santista e os ataques eram mais concentrados pela direita do campo, com Lázaro e aproximação de Reinier. Os dois laterais, Braian e Ítalo também chegavam bem na frente. Mesmo um pouco melhor na partida, a equipe rubro-negra errou muitos passes e o placar não saiu do zero na primeira metade.

Já no segundo tempo, não demorou muito para a bola ir para as redes. A primeira chance surgiu para o Flamengo. Reinier disparou no contra-ataque, mas sozinho, chegou na área e o goleiro Breno saiu para evitar o gol.

A resposta veio no minuto seguinte com o Santos abrindo o placar no Laranjão. A defesa do Mengão não conseguiu parar a arrancada de Yuri, que finalizou com categoria no canto do goleiro Pedro Victor. Com o gol, o time santista até passou a ficar mais com a bola e o Flamengo sentiu dificuldades de criar as jogadas.

Porém, a bola parada é sempre uma boa arma para o clube carioca. Em uma cobrança de escanteio aos 20 minutos, a bola sobrou para Luis Gustavo. O jogador que havia entrado há poucos minutos mandou a bola para as redes de coxa. Com um tanto de sorte, Luis Gustavo marcou o importante gol de empate, o primeiro dele no campeonato.

Com o forte calor em Nova Iguaçu, os dois times ficaram bem desgastados e os técnicos fizeram as substituições para tentar manter o ritmo da partida. O que o treinador rubro-negro não esperava era a expulsão de Braian. Depois de uma confusão na área o jogador deu um tapa na cara do adversário e levou o cartão vermelho.

Apesar de ficar com menos um em campo, o Flamengo foi para cima para tentar a virada. Poucas oportunidades apareceram, mas Reinier e depois João Gabriel não aproveitaram. Assim como no jogo entre Palmeiras e Fluminense, a semifinal no Rio foi decidida nos pênaltis. Na disputa, o Flamengo levou a melhor. Pedro Victor fez duas defesas e saiu como destaque. Em uma das defesas, Ivoney tentou a cavadinha, mas o goleiro do Mengão ficou no meio e pegou com facilidade. O time carioca converteu suas quatro cobranças e avançou para a final.

Depois da tensão do pênaltis, jogadores comemoram com a torcida. (Gilvan de Souza – CR Flamengo)