Nesta quarta-feira (12), pela 9ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Flamengo enfrentou o CSA, no Mané Garrincha, em Brasília. Na última rodada antes da pausa para a Copa América, o Rubro-Negro venceu por 2 a 0, com gols de Vitinho e Gabriel Barbosa, ambos na segunda etapa. O Mais Querido fica então em terceiro lugar na tabela, com 17 pontos.

Apostas 

Mesmo com diversos desfalques, a equipe rubro-negra tinha um bom time em campo e o favoritismo apontado pelas casas de apostas. A vitória por 2 a 0 se confirmou e assegurou o retorno de R$ 1,25 para 1 na Rivalo. O placar exato rendeu ao apostador R$ 4,70 para 1, também na Rivalo.

O jogo 

Primeiro tempo 

No primeiro tempo, o Flamengo teve pouca fluidez na circulação de bola durante a construção e foi muito dependente de Éverton Ribeiro. O meia era o principal jogador do meio de campo, mas com pouco auxílio dos volantes e dos pontas, esteve sobrecarregado no jogo. 

A alternativa foi criar situações em transições rápidas, explorando os espaços pelos lados do campo, sobretudo pela velocidade de jogadores como Vitinho, Gabriel e Bruno Henrique. De qualquer forma, o Flamengo era muito superior e mesmo sem atuar de maneira brilhante, criou chances demais, todas desperdiçadas. 

Na etapa, o único lance de destaque para a equipe alagoana teve o árbitro de vídeo sendo acionado. Apodi chutou forte dentro da área e a bola bateu no braço de Willian Arão. Porém, mesmo com o auxílio do VAR, o árbitro de campo decidiu manter a sua decisão de não marcar a penalidade. O lance gerou reclamações do CSA. 

Segundo tempo 

O desempenho do Flamengo continuou muito abaixo na etapa final. Apesar de ficar mais uma partida sem sofrer gols – a quarta seguida – a equipe jogou com pouca intensidade, com dificuldade de organizar-se no sistema defensivo, de forma compacta.  

No ataque, as opções de passe continuavam escassas pela distância grande entre os jogadores, e com isso, pouca dinâmica foi vista em fase ofensiva. Contudo, o volume de jogo manteve-se maior para o Flamengo, e, portanto, pela qualidade técnica maior e também falhas do CSA, os gols saíram na metade final. 

Aos 20 minutos, após cobrança de escanteio curta, Éverton Ribeiro cruzou na cabeça de Vitinho, que só desviou para tirar do goleiro. A vantagem foi ampliada em pouco tempo depois. Aos 31 minutos, Éverton Ribeiro apareceu de novo e fez bom passe para Arão infiltrando a área, que chutou em cima de Jordi. No rebote, Gabriel cabeceou firme para o fundo das redes, dando números finais a partida.